Educação: conheça os principais avanços do Governo Lula


Em uma campanha na qual a aposição se baseia na disseminação de boatos e mentiras, a informação fidedigna torna-se uma arma poderosa para os apoiadores de Dilma 13.

Por isso, é fundamental disseminar alguns documentos disponíveis on-line.

No site do Partido dos Trabalhadores é possível ter acesso à cartilha O Brasil no rumo certo. Nela, há uma compilação das principais realizações do Governo Lula em diversas áreas.

Neste dia dos(das) professores(as), o UFRN com Dilma divulga o resumo das ações na área de educação contidas naquela publicação.

Lula multiplica recursos para Educação

O Governo Lula ampliou, em termos nominais, em 3,6 vezes os investimentos com Educação em relação ao último ano de mandato de FHC. Em termos reais, descontada a inflação, os gastos com educação mais que duplicaram no mesmo período, mostrando a efetiva priorização dada ao setor.

Lula melhora educação básica

Os recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) destinam-se exclusivamente à educação básica para o financiamento de diferentes programas. Em 2001, o governo FHC destinou R$ 5,5 bilhões ao FNDE. Com Lula, esse montante subiu expressivamente: em 2009 foram liberados R$ 13,7 bilhões. Para 2010, estão orçados 15,5 bilhões.

Lula expande ensino superior federal

O governo reverteu a lógica privatista da educação superior implementada na gestão FHC, que priorizava a instalação de faculdades particulares. O Brasil tinha 43 universidades federais em 2001. No Governo Lula, foram criadas 14 novas universidades públicas, estando prevista mais uma, atingindo a marca de 15 novas universidades. Já estão em funcionamento 117 novos campi, e a meta é chegar a 134. Todos no interior do País. FHC criou apenas uma universidade, em Tocantins.

Governo amplia número de vagas em universidades

O Governo Lula ampliou de 113,9 mil para 222,4mil o número de vagas oferecidas entre 2003 e 2010. O Programa Universidade para Todos (Prouni) concede bolsas de estudo integrais e parciais para universidades privadas, destinadas a jovens com renda per capita familiar de até três salários mínimos. O programa, criado em 2004, tem 704.637 bolsistas, sendo 70% de bolsas integrais.

Expansão da Rede Federal de Educação Profissional

As primeiras escolas de educação profissional foram criadas em 1909 pelo presidente Nilo Peçanha, que criou 19 Escolas de Aprendizes e Artífices. O Governo Lula resolveu comemorar o centenário e expandiu como nunca a rede federal de ensino profissional. De 1909 a 2002, foram construídas apenas 140 escolas técnicas. No governo FHC foi proibida a criação de novas escolas técnicas pela União, transferindo-se esta iniciativa a estados, municípios e ONGs. No Governo Lula, serão construídas e implantadas 214 novas escolas técnicas até 2010, coma oferta de 500 mi lmatrículas. Em oito anos de mandato, terão sido implantadas mais escolas técnicas do que foi feito em todo o século passado.

 

 

Anúncios

Sobre ufrncomdilma

Acreditamos que Dilma é a candidata mais preparada para o Brasil.
Esse post foi publicado em Uncategorized e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s